Ano Novo, votos novos

Ah, Ano Novo! Vida Nova! Dieta Nova! TUDO NOVO! Será???

Se existe um momento que eu mais curto é este: os primeiros dias do ano! A gente faz tantos planos, estipula metas, corre atrás de coisas que pareciam impossíveis no ano anterior, ainda que a diferença entre um ano e outro seja de apenas alguns dias! Por exemplo, meu maior desafio este ano já começou! Estou fazendo atividades físicas. Ok, ok, apenas comecei, mas já é alguma coisa não é? Tenho andado de bicicleta todos os dias com o meu marido, uma hora por dia. Sei lá, pode até não parecer muito, mas para uma mulher extremamente sedentária como eu, tenho me sentido feliz! Não sei dizer se as medidas mudaram, se as calorias estão indo embora e blá, blá, blá…, mas acredita que está mexendo com a minha auto-estima?! Pois é, só de me olhar no espelho e dizer: finalmente estou cuidando da minha saudade, já tem valido a pena!

Nunca fui muito determinada para essas coisas. A única vez que tentei fazer academia, paguei 6 meses para ir 1 semana (típico não é?!), mas andar de bike com o maridão tem sido uma experiência legal! A gente se supera a cada rua nova ou subida mais inclinada. O próximo passo é iniciarmos a academia, mas eu confesso que esta meta é muito mais dele do que minha. Estou apenas no embalo! Como não sou fã desses ambientes, conto com o apoio e incentivo do Raul para não desistir e principalmente: aprender a gostar, quem sabe?

Outra meta deste ano é voltar a fazer aulas de música. Pois é, eu toco Teclado! Quer dizer… arrisco [risos]. Quero mesmo aprender a tocar de verdade, fazer solos, ler partituras, entender os campos harmônicos, etc…etc. Preciso de um ponto de fuga, algo que exija a minha inteira dedicação, assim poderei esquecer outras preocupações. Aula de música é tudo de bom!

Como comentei no outro post, este ano nós vamos para o nosso apto. A expectativa é grande, estamos super animados.

Algumas coisas continuam seguindo seu curso normal com forte probabilidade de mudanças [risos]. O melhor de tudo é estar assim… tranqüila… receptiva e feliz. Tenho aprendido muitas coisas nos últimos tempos, acho que este trecho traduz bem meus momentos de reflexões:

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.
 O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você.

Autor desconhecido.

Que venha 2012!

E você? Já pensou nas suas metas deste ano? Que tal tentar?

Publicado em Cotidiano | Deixe um comentário

E cá estamos nós!

Nossa, não sei nem como iniciar esse post! Pode parecer engraçado, mas me sinto mesmo emocionada de voltar ao Make Your Better de um jeito tão diferente, depois de mais de um ano longe!
Tantas coisas boas aconteceram desde o último post. Estava ainda na Alemanha quando escrevi pela última vez e agora? Estou em casa, no último dia das minhas férias, casada, quase que de malas prontas para mudar para o meu apto. novo! No último ano estivemos envolvidos com vários compromissos (acho que este ano não será diferente), que fizeram com que deixasse o blog um pouco em standby. Até me aventurei a escrever no blog http://guerreirosfe.blogspot.com, mas o foco é outro! 

Decidi que este ano devo retomar minhas práticas de blogueira! Assim, tenho a satisfação de reinaugurar o blog MAKE YOUR BETTER! Um espaço só nosso para trocarmos opiniões e confidencias sobre os desafios e conflitos de SER MULHER. Espero contribuir com dicas de várias coisas que tenho aprendido, quero fazer desse espaço um cantinho secreto e assim, conhecer pessoas novas, que assim como eu, procuram apenas um jeitinho de se expressarem mais!

Nos encontramos nos próximos posts! Até lá!😉

 

Publicado em Cotidiano | Deixe um comentário

Contagem regressiva

Olá!

 Uma passagem rápida somente para comentar como foi minha viagem à Inglaterra e como estão as expectativas para esta semana.

Rugby não ofereceu grandes novidades… A não ser pelo fato de ter ficado assustada na primeira noite! Senti-me em um castelo mal-assombrado porque o hotel era muito estranho, meu primeiro contato com a recepcionista me mostrou que seria difícil entender o inglês britânico daquele povo! Fiquei passada quando percebi que nossa comunicação não estava dando certo. O Tino acabou me ajudando no início, ele é alemão e mora em Rugby, acho que conseguiu compreender minha situação e tentava traduzir (para o inglês americano [risos]) da melhor maneira que pôde. No final tudo deu certo e consegui chegar ao meu quarto sem maiores problemas…

A estrutura da MAHLE em Rugby é muito bonita e diferente… Apesar de não existirem tantas salas como em Stuttgart, onde todos ficam meio escondidos (eu diria), todos trabalham com muito silêncio. A estrutura é bem menor do que estamos acostumados, mas tudo me pareceu bem familiar. Passei a segunda e a terça-feira indo de mesa em mesa para falar um pouco do nosso processo, dos documentos que nós temos para administrar os projetos, mostrei como atualizar o arquivo principal, etc… etc. Ao final de cada dia, minha cabeça doía… Acho que pelo esforço de me concentrar e entender o que eles falavam e também por tentar me expressar. No final, falando bem ou mal, acho que todos conseguiram me entender… Como a visita foi muito rápida, não consegui conhecer muitos lugares lá… Acabei indo a um restaurante mexicano com os meninos (foi a primeira vez que comi comida mexicana e achei 10!), e no outro dia à um restaurante italiano… Os de Stuttgart são melhores!

O que achei super engraçado e curioso é a história da direção contrária. Sem brincadeira, tinha horas que eu fechava os olhos e achava que íamos bater por estarmos na contramão! [risos]. Nas estradas também é engraçado… Enquanto estamos acostumados a ter a faixa expressa na esquerda e os caminhões na direita, lá é o contrário… Faixa expressa à direita e caminhões na esquerda. Muito louco!

Voltar para Stuttgart foi praticamente um alívio. Bem ou mal já estou mais familiarizada com o ambiente aqui. O hotel pareceu a minha própria casa. Aliás, por falar em hotel… Estou lá há tanto tempo que se bobear fiquei amiga de todos os funcionários. Eu chego à noite e não preciso nem pedir a chave do meu quarto, porque tem sempre alguém que já pega e nem me pergunta qual é o número! [risos], no café da manhã também… Sempre peço só um pouquinho de café para misturar com o leite, já nem preciso mais dizer!

Bom gente, o mais importante é que estou em contagem regressiva para voltar pra casa. Falta pouco… muito pouco! Acho que tenho conseguido cumprir bem os meus objetivos aqui. Estou realmente feliz com alguns progressos pessoais ao final deste período. Minha felicidade é tanta (e talvez até contagiante) que ando meio tagarela (mesmo em inglês! [risos]). Ontem um alemão me disse: “You’re really happy, aren’t you?!” [risos, risos, risos]. Estou mesmo! Não escondo de ninguém!!! Meu período aqui foi ótimo, principalmente para conhecer as pessoas, entender algumas situações, mas voltar para casa é muuuuuuuito melhor!

Então é isso, espero que todos estejam bem. Estou com muitas saudades.

 

Beijos.

Laís

Publicado em Descobertas | Marcado com , , , | 1 Comentário

Amar… Puro e simplesmente isso!

Sei que estou devendo as notícias da última semana… O que aconteceu durante a viagem de Rugby, como foi o final de semana e mais um montão de coisas. Mas poderei fazer isso durante os próximos dias. Sinto que esse post é muito, muito mais importante do que tudo isso e quero muito pedir a sua atenção agora.

Estou em uma fase muito importante da minha vida… CASAMENTO. Apesar do apoio e da felicidade de todos, a maioria das pessoas me diz: “é inevitável… casamento sempre cai na rotina”; ou ainda: “bobinha… aproveite mais a vida, fique solteira por mais tempo, porque casamento não é um mar de rosas”.

Sabe? Eu sei que não é. Imagino que a convivência a dois não deve mesmo ser fácil. Tem dias que eu mesmo não estou me suportando, imagina como o Raul não ficará! [risos]. Mas depois de um mês e meio longe de todos, longe do homem com quem eu compartilho todos os meus segredos, sonhos, visões e sentimentos, percebi como o nosso amor aumentou. Estamos em uma fase linda! As declarações por e-mail, telefone, Skype, SMS foram tão constantes e sinceras que assumi um compromisso comigo mesma de tentar perpetuar esses gestos. Sei que não será fácil, mas tenho certeza que cada vez que ouvir a canção que estou postando aqui, vou me lembrar.

Por falar em canção e aproveitando meu momento totalmente romântico, gostaria de fazer um pedido: aproveite este tempo que você parou para ler o meu blog, ouça a canção que escolhi como trilha sonora desse post [risos] e pense na pessoa que você escolheu para ter ao seu lado por toda a eternidade. Sim, TOOOOODDDDAAAAA A ETERNIDADE, porque apesar do mundo pregar o divórcio, o reino de Deus prega o amor eterno. Relembre as expectativas do seu casamento, os detalhes preparados com tanto carinho por vocês, as juras de amor que fizeram um ao outro… E se o seu casamento vive hoje uma rotina… Diga ao (a) seu (a) amado (a) como o amor de vocês supera todos os limites porque ele é real e muito, muito grande! Tenho certeza que esta canção terá muito sentido para você também, porque quando a gente ama de verdade, não importa a pessoa, o tempo, o momento… A gente se sente simplesmente imbatível porque o amor nos fortalece!

Não preciso dizer que estou muito feliz (e mais romântica do que nunca) não é? Amar é muito bom! Só que às vezes a gente se esquece de regar as flores desse sentimento com a água que brota do coração… Gestos simples podem transformar o dia, a relação, a vida! Pare de se preocupar tanto com as coisas do dia-a-dia e ame… Puro e simplesmente isso!

Com carinho,

 Laís

 P.S: Raul, EU AMO VOCÊ!!!!!

Publicado em Amor | Marcado com , , , , , , | 2 Comentários

Amigos do Brasil

Pessoal, uma postagem rápida porque estou correndo neste domingo!

Estou tentando terminar de fazer a minha mala… Não, ainda não estou voltando… Estou indo para Rugby (Inglaterra) e ficarei por lá alguns dias, mas volto para Stuttgart na quarta-feira e fico por aqui até o final do mês.

Ontem eu e a Nicolle tínhamos planejado conhecer a cidade de Ulm, à convite de uma amiga brasileira que conhecemos há alguns dias na empresa. O dia não amanheceu muito bom e nossa amiga Geisa achou melhor deixarmos para outro dia, pois estava chovendo muito por lá… Com chuva e muito frio só nos restou ir para a Konig Strasse dar uma olhadinha nas lojas (chato né?!)… Acho que toda a Stuttgart teve a mesma idéia! Quanta gente!!! No final das contas valeu a pena. Paramos para almoçar por volta das 15h00, nos aquecemos um pouquinho com uma deliciosa sopinha de tomate, acompanhada de uns pãezinhos integrais (tudo muito natural, uhmmmmm).

Nicolle, Maira, eu e o Rodrigo comendo um pãozinho de queijo... "Bom di mais da conta sô!"

Por volta das 19h00 fomos comer pão de queijo na casa de um casal de amigos! Dá pra imaginar? Comer pão de queijo na Alemanha??? Muito chique! rs. Esse casal de amigos (Rodrigo e Maira) está morando em Stuttgart há alguns anos e são muito conhecidos pela simpatia,  diversão e o acolhimento deles! Só os conheci mesmo ontem, mas fiquei encantada! Como são divertidos! Duas pessoas que realmente vale a pena ter como amigos… Muito legais! Confesso que nem no Brasil eu tinha comido pão de queijo preparado assim, na hora, sem o pó pronto da Yoki ou o pacotinho da Forno de Minas [risos].

O papo durou até às 22h30 e depois voltei para o hotel. Agora estou terminando de arrumar as minhas coisas e mais tarde estou partindo para Rugby. Haverá muitos desafios por lá esta semana, mas tenho certeza que tudo dará certo! Hoje já é dia 17 de Outubro… Que delícia! Um pouco menos de 2 semanas para eu voltar para o Brasil!

Ai gente… Sei que parece loucura estar aqui, como diz a Nicolle, praticamente uma “business woman” [risos] e ficar pensando em voltar logo, mas como eu amo a minha terra, a minha família, o meu noivo, os meus amigos! TUDO! TUDO! TUDO! Se tem uma coisa que esta viagem me ensinou é a dar valor a eles.

Bom, é isso… Em Stuttgart agora está uma “temperatura agradável” de +ou – 5° C. Só por Deus!!!!

 

Beijos e saudades!

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Lindau

Oi Pessoal!

Algumas novidades: encontrei uma companhia que está agitando a minha vida! [risos]. A Nicolle que veio de Jundiaí para trabalhar em Stuttgart tem sido minha companhia nesses dias. Tem sido muito legal, porque além dos “altos papos”, estamos conhecendo alguns lugares e nos divertindo muito.

No último final de semana fomos para uma cidade chamada Lindau. A cidade fica em uma ilha do lago Bodensee (também conhecido como lago Constance). Bastava atravessar o lago e poderíamos chegar até a Suíça, mas eis as sagas:

O trem partia de Hauptbahnhof (principal estação) às 10:02 e já estava 5 minutos atrasado. Sem problemas, o que são 5 minutos? Não demorou muito o trem chegou, entrou uma GALERA junto com a gente e eu estava curtindo tudo! Não sou acostumada com viagens em trens.

Olha a minha cara de felicidade:

A viagem demoraria 3 horas… tínhamos muuuuuito tempo pra fofocar! Papo vai, papo vem, já tinha passado uma hora e vinte minutos, algumas pessoas desciam a cada parada de estação, outras subiam… De repente uma menina francesa sentou do meu lado. Bem, eu ainda não falo francês mas entendi quando a menina disse: Bad-Canstatt… Ops… algo errado! Quando olhei para o lado, estávamos bem pertinho do meu hotel e então, de volta à Hauptbahnhof. Pensa nas duas (Nicolle e eu) tentando entender o que tinha dado errado em nossa super viagem. Passamos por Lindau e não percebemos? O papo estava tão interessante que não ouvimos quando a operadora (sei lá o nome que eles levam!) disse para mudarmos de trem? O plano de viagem que imprimimos da internet não falava de conexões! O    que havia de errado? Pra ser sincera eu não sei até agora! Só sei que o papo estava tão legal que não percebemos quando o trem mudou de direção… Só depois de ver a estação de Bad-Canstatt é que percebi que já não estava mais de costas para a direção do trem! [risos].

A única coisa que podíamos fazer era esperar o próximo trem…  Não demorou muito e ele chegou. Nova plataforma, horário reprogramado, era só entrar no trem, certo?

Errado! Nosso ticket era o mais baratinho e não nos dava direito de andar no “ICE”, o trem mais rápido de Stuttgart. Claro que não podíamos descobrir isso sem pagar um mico básico: até decidirmos se entrávamos ou não no trem (porque a Nicolle já suspeitava que não era pra gente!), as portas dos últimos vagões se fecharam, ele estava pronto para partir e nós saímos correndo (e gritando) até o primeiro vagão pra ver se dava pra negociar nossa entrada com o oficial do trem (novamente não sei o nome desse povo!). Ele não nos deixou entrar!

Ok… estava difícil, mas chegaríamos a Lindau de qualquer jeito! Voltamos para a plataforma inicial e depois de uns 30 minutos, o trem chegou! Confesso que passamos o caminho inteiro olhando cada estação para garantir que não tínhamos passado por ela antes! [risos]. Chegamos em Lindau às 16h30.

Não conseguimos atravessar o lago Constance e ir à Suíça porque já estava tarde. Nosso trem sairia às 19h00, então não daria tempo… Mas conseguimos aproveitar a cidade e tirar algumas fotos de lá…

Lago Bodensee:

Um pouquinho do centro de Lindau… Olha que lindas as construções!

Eu me realizei com as folhas do Outono… Caipira mesmo! [risos]

Amei as folhas vermelhas…

Bom pessoal, depois de um dia cheio, pegamos o trem das 19h00. Essas idas e vindas foram cansativas, mas valeu a pena… Terminei a noite falando com a minha família e o meu lindo pelo msn. Ainda bem que tive o Domingo para dormir muuuuuuito e repor as energias!

Até a próxima saga.

Beijos e saudades da minha terra!

Publicado em Descobertas | 1 Comentário

It is raining…

Está chovendo em Stuttgart. A chuva e o frio assustaram as pessoas e há pouca gente lá fora. Acordei às 09h00 hoje, me arrumei, tomei meu café-da-manhã e fui caminhar por Bad Cannstatt na tentativa de achar alguma coisa interessante por lá. Não estava com coragem de ir até a estação central (Hauptbahnhof). Na verdade fui ontem à noite, mas as lojas de lá fecham por volta das 20h00, então não tive muito tempo para olhar tudo. Com a variedade de perfumes, maquiagens, chocolates e tantas outras coisas, você se perde em uma única loja e o tempo não espera. Andei a rua Konigstraβe inteira e depois que as lojas fecharam comi alguma coisa em um restaurante próximo e vim embora.

Hoje em Bad Cannstatt encontrei algumas coisas que estava querendo comprar (muito legais por sinal!). Comprei alguns lenços para compor novos “looks”- minha amiga Jaque me ensinou que o que importa não é a quantidade de roupas, mas a criatividade para torná-las diferentes e isso só acontece com os ACESSÓRIOS! rs – comprei também um jogo de canetas coloridas que custa caríssimo no Brasil e aqui, praticamente um achado! – essa dica foi da Gisela. Como tomei o café-da-manhã tarde, providenciei um salgadinho e um suco de maçã para forrar o estômago quando tiver fome. Demorei umas 2 horas por lá e voltei para o hotel. Você deve achar : “credo que desânimo! Ah, mas sabe aqueles dias em que tudo o que você quer é ficar debaixo do cobertor assistindo a um bom filminho??? Stuttgart está com esse clima hoje. O único problema é que não tenho o filme😦 … A programação aqui é toda em alemão, aí não tem como né?! Sem problemas! Estava colocando algumas coisas em ordem… Minhas contas por exemplo! Preciso tomar cuidado para não me empolgar muito, afinal, sou uma noiva praticamente com o pé no altar, né? Já ouviu aquele ditado: “Quem casa, quer casa”? Pois é… Pra ter casa, a ordem é economizar!!!!

Os dias em Stuttgart tem me levado à reflexão sobre muitas coisas… Principalmente sobre mim. Precisava mesmo de um tempo assim pra entender como eu posso ser mais do que tenho sido. Não estou falando de ambição, de poder, de ego, mas exatamente o contrário… Um dia, Jesus disse aos seus discípulos: “Quem quiser vir após mim, negue-se a si mesmo.”  Tenho visto nos últimos dias, os esforços das pessoas (no trabalho, nas ruas, em todo lugar) de se auto-afirmarem.  Elas não vivem milagres, possuem uma fé momentânea, permanecem atoladas em uma lama de tristeza. Meus dias fora do Brasil, longe da minha cultura, das pessoas em quem confio têm me feito pensar que quanto mais essas pessoas se afirmam, mais perdidas e inseguras estão.

Oro para que Deus me capacite a enxergar isso com mais profundidade e sabedoria. Assim, conseguirei entender com mais facilidade o que Jesus faria em meu lugar…

Termino por aqui, ansiosa para que cheguem logo as 20h00 e assim, eu possa falar com a minha família e o meu grande amor.

Laís

(16h20)

Publicado em Rotina | 8 Comentários